Vereador Irlan Melo

Criando uma cidade com oportunidades para todos os cidadãos de Belo Horizonte

Irlan Melo é advogado, teólogo, professor universitário e membro da Comissão de Defesa do Direito das Pessoas com Deficiência da OAB/MG. Casado, pai de 4 filhos e vereador em Belo Horizonte no seu primeiro mandato. É o idealizador do Movimento #AcordaBH, que tem por objetivo despertar as pessoas de Belo Horizonte para seus direitos como cidadãos e as necessidades de melhorias em nossa cidade.

ENTRE EM CONTATO

(31) 3555-1153

Jornada

Irlan Melo é Vereador Eleito de Belo Horizonte, MG, pelo PR nas Eleições Municipais de 2016. Em sua jornada profissional graduou-se em Teologia e é professor de Direito nas Faculdades Promove e Kennedy. Além disso, é proprietário da Oliveira Melo Advogados Associados onde há mais de 20 anos atua em diferentes áreas profissionais e sociais.

Notícias

Estaremos sempre informando a população de Belo Horizonte sobre tudo que acontece na cidade. O nosso objetivo é atender as demandas dos cidadãos e fazer de BH a melhor capital do Brasil. Com boa vontade e planejamento, é possível fazermos a diferença.

Projetos

Sendo um dos mais atuantes na câmara de vereadores, Irlan Melo se tornou um dos vereadores que mais propôs projetos de lei. O vereador trabalha diariamente pela população e faz com que os cidadãos de Belo Horizonte se sintam cada vez mais próximos.

Fale comigo

Essa página é um canal de fácil acesso ao Vereador Irlan Melo. Utilize todos os canais disponíveis para entrar em contato com a nossa equipe. A população tem total acesso para falar com o Vereador Irlan Melo. Quanto mais próxima a população estiver, melhor será o trabalho final.

Integridade, responsabilidade e confiança

Pai de quatro filhos e morador da região oeste de Belo Horizonte, Irlan Melo é belorizontino como você. Aos 41 anos de idade, sempre dedicados à família, Irlan desenvolve atividades sociais, ao colocar em prática sua consciência como pai e cidadão. Em sua jornada profissional graduou-se em filosofia/etimologia, com o intuito de compreender melhor as relações e interações do ser humano. Irlan também é graduado e pós-graduado em Direito, e participa semanalmente na TV e Rádio com o quadro "O Seu Advogado", focado em esclarecer e orientar o cidadão para seus direitos. Como advogado, é proprietário da Oliveira Melo Advocacia onde há mais de 20 anos atua em diferentes áreas profissionais e sociais, tendo sido convidado a ser Membro da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB/MG, com o intuito de ser uma voz pelos direitos e inclusão de pessoas especiais junto à sociedade. Irlan é o idealizador do Movimento #AcordaBH, que tem por intenção despertar os cidadãos de Belo Horizonte para seus direitos e as necessidades de melhorias em nossa cidade.

Zelar pela educação dos nossos jovens é um dever do meu trabalho

Fiscalizar as irregularidades em nosso município é o meu compromisso

Respeito é a principal ferramenta para inclusão social

Acompanhe as últimas notícias

Áreas de escape – Entenda como funciona


Como funciona as áreas de escape

As áreas de escape são caixas de contenção instaladas em trechos de vias, com o objetivo de auxiliar a frenagem de veículos desgovernados. O projeto tem auxiliado alguns estados do Brasil na redução de acidentes. Agora, será a vez de Minas.

Com o objetivo de reduzir os constantes acidentes envolvendo caminhões no Anel Rodoviário de Belo Horizonte, a Comissão Parlamentar Especial de Estudo sobre a via sugeriu a construção de áreas de escape.

De acordo com a comissão, um recurso será apresentado à Via 040, para viabilizar a implantação de áreas de escape.

Serão para caminhões e carretas sem freios na via, especialmente na descida entre os bairros Olhos D’água e Betânia.

o objetivo será como forma de minimizar os riscos de acidente.

Vereador Irlan Melo fez sugestão das áreas de escape para Minas

Além disso, uma reunião seguida de uma visita técnica foi agendada para o próximo dia 13 de julho na sede da concessionária que pertence ao grupo Investimentos e Participações em Infraestrutura (Invepar).

A reunião terá como objetivo avaliar a implantação das áreas de escape e os aspectos técnicos implicados na obra, que servirá de refúgio para os caminhões com problemas mecânicos, minimizando, portanto, o risco de desastres.

Além disso, segundo o vereador Irlan Melo (PR), que requereu a visita técnica, a construção de áreas de escape deu excelentes resultados no sul do país. Lá a empresa que administra o Anel de Integração do Paraná (trecho que liga Curitiba ao litoral) adotou a estratégia.

De acordo com o parlamentar, desde sua instalação, o recurso de segurança foi utilizado quase 700 vezes, o que evitou portanto, prejuízos materiais e contribuiu para preservar centenas de vidas.

Instalada em abril de 2017, a Comissão Especial de Estudo sobre o Anel Rodoviário busca avaliar e propor soluções contra o alto índice de acidentes. Estes acidentes são registrados no Anel Rodoviário, uma das mais violentas de Belo Horizonte.

Fonte: Brasil Fretes



Irlan Melo faz anúncio sobre áreas de escape


Vereador Irlan Melo diz que município anunciou a intenção em audiência pública nesta quarta na Câmara Municipal

Irlan Melo anuncia intenção da PBH sobre áreas de escape


De acordo com o vereador Irlan Melo, a Prefeitura de Belo Horizonte se propôs para a financiar o projeto e as obras para criar três áreas de escape no Anel Rodoviário. A proposta foi feita por meio da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), durante audiência pública na manhã de ontem na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

No encontro, o assessor da Diretoria de Sistemas Viários da BHTrans José Maurício Pinto Júnior disse portanto, que a Prefeitura vem fazendo esforços para assumir a responsabilidade de contratação de projetos para a implantação das áreas de escape.

“Já foi dada ordem serviço para análise das áreas levantadas nos trechos entre os bairros Olhos D’água e Betânia para adiantar o processo. O estudo para implantação dessas áreas é bem complexo. O projeto de cada área deve custar R$ 100 mil, disse. No entanto, ainda não há previsão do custo toral e do início das obras.

Áreas de escape é uma solicitação antiga do vereador Irlan Melo

O vereador Irlan Melo, que pede a implantação dessas áreas desde o início do mandato, comemorou a iniciativa do Prefeito Alexandre Kalil (PHS). “Eles (PBH) já estão disponíveis para efetuar o pagamento, que está em curso para se realizar esse projeto”, disse. Segundo o vereador, a ideia é que se construa uma área por vez. A primeira deve ser na descida do Betânia. Depois disso, a segunda seria implantada antes da entrada do Buritis, e da mesma forma, a terceira, seria criada depois do Olhos D’água, em conclusão.

“Esse trecho pertence a uma concessão da Via 040, que foi feita em 2013. Infelizmente, no entanto, pela incompetência dos políticos da época, não há previsão de nenhum centavo de investimento da concessionária. Se existisse a obrigação seria deles, e nós cobraríamos. Como não há, da mesma forma, quem tem que pagar seriam os governos municipal, estadual e federal. Como nenhum desses últimos se comprometeram a fazer isso, conseguimos que a prefeitura efetuasse o pagamento”, declarou Irlan em conclusão.

Fonte: O Tempo



Anel Rodoviário receberá três áreas de escape


Anel Rodoviário receberá áreas de escape

Os números de acidentes com vítimas no Anel Rodoviário são alarmantes. Entre 20017 e 2016 foram mais de 25.219 acidentes.

Para se ter uma ideia população de BH em 2016, segundo o IBGE, era de 2.513.451 pessoas. É como se 1% da população de BH tivesse se envolvido em algum tipo de acidente no Anel Rodoviário.

Desde 2017, em seus primeiros dias de mandato, o vereador Irlan Melo tem buscado alternativas e insistido com o poder público para a implantação das ÁREAS DE ESCAPE. Elas irão, comprovadamente, reduzir o número de acidentes na rodovia.

Elas podem ser instaladas em pontos críticos da descida do Anel Rodoviário na região do Bairro Betânia, com o objetivo de conter veículos pesados sem freio. Em outras palavras, um projeto de baixo custo que vai salvar vidas até que obras mais complexas sejam realizadas.

Desde abril de 2017, Irlan Melo apresentou o requerimento para criação da COMISSÃO ESPECIAL PARA ESTUDOS E FISCALIZAÇÃO ACERCA DO ANEL RODOVIÁRIO. 

Já foram, portanto, mais de 20 ações de seu mandato em função do assunto Anel Rodoviário. Entre elas, reuniões, audiências públicas, vários requerimentos expedidos e visitas técnicas.

Em 29/08/2017 o vereador esteve na Procuradoria Geral do Município onde se reuniu com o Procurador Geral, Dr.Tomaz Rezende. Ele apresentou requerimento, com documentos indicativos para que o Município de Belo Horizonte. O objetivo foi buscar judicialmente a outorga da administração do Anel Rodoviário.

Áreas de escape diminuirão acidentes no Anel Rodoviário

Além disso, em fevereiro de 2019 o vereador Irlan Melo esteve mais uma vez na Via 040, concessionária responsável pelo Anel. A importância do encontro se deu por seu caráter decisório.

Entretanto a PBH e a ANTT e também a própria via 040 já estão de acordo com a criação dessas áreas.

Depois disso, em março de 2019 em audiência pública, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) se propôs, em conclusão, a financiar o projeto. As obras compreenderam, portanto, a criação de três áreas de escape no Anel Rodoviário.

A proposta foi feita por meio da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans). A audiência pública aconteceu na manhã do dia 13/03, na Câmara Municipal de Belo Horizonte.



Prefeitura publica edital para o concurso da Guarda Municipal com 500 vagas


A Prefeitura de Belo Horizonte publicou nesta quarta-feira, dia 13 de março, o edital para o concurso público da Guarda Municipal. São 500 vagas oferecidas. 

O concurso público será composto de cinco etapas: Prova Objetiva de Múltipla Escolha, Prova de Títulos, Prova de Capacidade Física, Sindicância Social e Avaliação Psicológica. Após aprovado no certame, o candidato será submetido a processo admissional composto por Exame Toxicológico, Exames Médicos e Curso de Formação.

As inscrições estão previstas para o período de 15 de abril a 14 de maio. O salário inicial é de R$ 1.851,21, além dos benefícios. A habilitação exigida para concorrer ao cargo é possuir Ensino Médio Completo.

O edital completo neste link

Vagas para mulheres

A novidade para esse novo processo seletivo é o aumento de 5% para 20% do percentual de vagas destinadas ao público feminino. Das 500 vagas previstas, 100 serão reservadas para as mulheres.

O aumento foi possível em virtude da recente mudança promovida pela lei 11.153, de janeiro de 2019, de autoria do Executivo. O texto alterou a composição do efetivo feminino da Guarda Municipal de até 5% para no mínimo 10% do quantitativo total da corporação.

Atualmente, o efetivo da Guarda Municipal de Belo Horizonte é composto por 2.054 agentes, sendo 1.983 homens e 71 mulheres.

Valorização da carreira 

Em janeiro, a Prefeitura sancionou a Lei 11.154, que tratou do plano de carreira dos guardas municipais, atendendo aos anseios da categoria e ao projeto de modernização da corporação para maior acomodação nos postos hierárquicos.

A lei redefiniu atribuições e reorganizou os postos hierárquicos, ampliando as possibilidades de promoção a todos os servidores da corporação. Na carreira anterior, somente 180 guardas chegariam a se movimentar e gastariam 30 anos para isso ocorrer. O texto ainda contemplou o reenquadramento considerando o tempo de serviço efetivo na instituição, bem como a promoção a cada seis anos de efetivo exercício.

Outros benefícios à categoria foram: o processo seletivo interno para acesso ao 6º posto hierárquico aberto a todos os atuais servidores; a manutenção da progressão horizontal por merecimento; e a flexibilização do quantitativo de servidores nos postos hierárquicos, possibilitando a ampliação do número de vagas quando da realização de novos concursos públicos. A lei ainda concedeu reajuste de 2,43% à categoria O impacto financeiro com o plano de carreira é de, aproximadamente, R$ 7 milhões anuais.



CENTROS CULTURAIS RECEBEM PROGRAMAÇÃO ESPECIAL NO MÊS DAS MULHERES


A Fundação Municipal de Cultura apresenta uma programação especial nos centros culturais de Belo Horizonte neste mês de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Para celebrar a data, que marca a luta em prol da igualdade de gênero, os espaços promovem exposições, rodas de leituras, palestras, oficinas, shows, aulas e encontros, entre outras atividades, que buscam refletir o papel da mulher na sociedade atual, além de destacar o trabalho desenvolvido por mulheres em diferentes linguagens artísticas.

De acordo com a diretora de Promoção dos Direitos Culturais: Acesso, Protagonismo e Formação da Fundação Municipal de Cultura, Bárbara Bof, a programação reflete a pluralidade das atividades ofertadas nos centros culturais. “A programação mostra como a luta pela igualdade de direitos atravessa várias linguagens artísticas e culturais e evidencia a importância também da descentralização, em que os centros culturais terão atividades que fortalecem essa luta. Nosso desejo é que as mulheres sejam cada vez mais protagonistas da nossa história, neste mês e ao longo do ano”, considera.

Todas as atrações são gratuitas e abertas ao público. A programação completa está disponível no site BH faz Cultura.



PBH E SEBRAE PROMOVEM PALESTRAS GRATUITAS PARA EMPREENDEDORES NO BH RESOLVE


Por meio da Sala Mineira do Empreendedor e do Sebrae Minas, a Prefeitura de Belo Horizonte oferece uma série de palestras para empreendedores no mês de março. As inscrições gratuitas podem ser feitas pela internet ou no ponto de atendimento do Sebrae no BH Resolve (rua Caetés, 342, Centro), das 8 às 17 horas.

Entre os temas das palestras estão: MEI: como se formalizar; Licenciamento da Vigilância Sanitária – como se regularizar  – passo a passo na Rede SIM; O que é o Domicílio Eletrônico de Contribuintes e Responsáveis Tributários (Decort); e Como funciona a nova emissão de nota fiscal de prestação de serviço.

Datas e horários das palestras

• MEI: como se formalizar

11 de março – das 14 às 16 horas – inscrições AQUI

18 de março – das 14 às 16 horas – inscrições AQUI

• Licenciamento da Vigilância Sanitária: como se regularizar. Passo a passo na Rede SIM

 14 de março – das 14 às 16 horas – inscrições AQUI

• Domicílio Eletrônico de Contribuintes e Responsáveis Tributários (Decort)

 27 de março – das 14 às 16 horas – inscrições AQUI

• Como funciona a nova emissão de nota fiscal de prestação de serviço

 28 de março – das 14 às 16 horas – inscrições AQUI



VENDA DE 46 PLANOS DE SAÚDE ESTÁ PROIBIDA A PARTIR DE HOJE


A comercialização de 46 planos de saúde de 13 operadoras está suspensa a partir de hoje (11) por decisão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A medida, anunciada pela agência no último dia 1º, é temporária e acompanha os resultados trimestrais do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que monitora o desempenho do setor.

A mesma avaliação permitiu a retomada, também a partir de hoje, da venda de sete planos de saúde de duas operadoras, que haviam sido suspensos anteriormente.

De acordo com a ANS, a suspensão temporária da comercialização de planos de 13 operadoras se deu em função de reclamações sobre cobertura assistencial, prazo máximo de atendimento e rede de atendimento, entre outras. A medida foi anunciada antes do carnaval, com base em reclamações de beneficiários no último trimestre de 2018.

“Os planos suspensos só podem voltar a ser comercializados quando forem comprovadas melhorias”, informou a agência. Eles atendem, juntos, a cerca de 570 mil beneficiários, que não são afetados pela medida. A assistência médica continua valendo para quem já é cliente, mas novas vendas não podem ser feitas.



Governo de Minas abre primeiras inscrições para preencher vagas de chefia; salário chega a R$ 19 mil


O Governo de Minas começou, nesta segunda-feira (11), o processo de seleção para recrutar 500 profissionais que vão trabalhar em cargos de chefia, direção e superintendência. Neste primeiro dia do programa Transforma Minas, criado para fazer o recrutamento, foram divulgados quatro cargos. 

São eles: Subcontrolador de Governo Aberto, Corregedor-Geral, Subsecretário da Receita Estadual e Superintendente de Proteção Social Básica. A remuneração varia de R$ 6.600 a R$ 19 mil. As inscrições podem ser feitas no site www.transformaminas.mg.gov.br e os prazos variam conforme o cargo. 

No total, serão abertas cerca de 300 vagas na administração direta e outras 200 na administração indireta. De acordo com a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), novas vagas serão lançadas nos próximos dias. Por isso, os interessados devem acessar diariamente o site do programa e acompanhar as vagas. 

Qualquer pessoa que preencha os pré-requisitos e as competências exigidas em cada função pode participar do processo de seleção. As exceções ficam por conta de algumas posições, como as Superintendências Regionais de Ensino, que devem ser preenchidas necessariamente por servidores públicos efetivos – ativos ou inativos das carreiras públicas da Educação.

Veja a descrição dos cargos disponíveis nesta segunda-feira:

  • Controladoria Geral do Estado (CGE)

Subcontrolador de Governo Aberto
Inscrições até: 12 de abril
Remuneração: R$ 9 mil
Carga horária: 40 horas semanais, preferencialmente entre 7h e 19h
Clique aqui para ter mais detalhes da vaga e fazer inscrição

Corregedor-Geral
Inscrições até: 12 de abril
Remuneração: R$ 9 mil
Carga horária: 40 horas semanais, preferencialmente entre 7h e 19h
Clique aqui para ter mais detalhes da vaga e fazer inscrição

  • Secretaria de Estado de Fazenda – SEF

Subsecretário da Receita Estadual
Inscrições até: 19 de abril
Remuneração: R$ 19 mil
Carga horária: 40 horas semanais, preferencialmente entre 8h e 18h30
Clique aqui para ter mais detalhes da vaga e fazer inscrição

  • Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social – SEDESE

Superintendente de Proteção Social Básica
Inscrições até: 19 de abril
Remuneração: R$ 6.600 + R$ 1 mil de gratificação
Benefício: vale-refeição de R$ 47 por dia útil
Carga horária: 40 horas semanais, preferencialmente entre 7h e 19h
Clique aqui para ter mais detalhes da vaga e fazer inscrição

O processo seletivo foi anunciado na sexta-feira (8), quando o Estado informou que as vagas têm remuneração que variam de R$ 7 mil a R$ 20 mil. Além dos 500 cargos e após a aprovação da reforma administrativa, a quantidade de vagas pode aumentar e ultrapassar os 700.

As etapas de seleção vão variar de acordo com cada vaga, podendo envolver, além da análise curricular, entrevista por competências, entrevista com especialistas, teste de perfil, dentre outras. 

Cargo por mérito

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy, declarou que o Transforma Minas dará continuidade ao processo que se iniciou com a seleção dos secretários. “A gente pretende selecionar lideranças em grande escala para o governo. Não estamos falando de uma ou duas posições, mas de um número significativo de posições que consiga fazer a diferença na administração do Estado. Nosso objeto é escolher as melhores pessoas para aprimorar a gestão do Estado e, cada vez mais, profissionalizá-la, criando critérios objetivos de meritocracia”, afirmou Levy.

Em nota, o governador Romeu Zema (Novo) reforçou que pretende escolher os melhores profissionais para os postos de liderança e gerência no governo. “Vamos dar mais transparência às decisões e desenvolver um modelo diferente de gestão pública, baseado nos resultados e na contínua prestação de contas à sociedade”, afirma.



Em menos de uma semana, quatro homens são presos por estupros de menores em Belo Horizonte


Em menos de uma semana, quatro homens foram presos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por estupro de crianças e adolescentes. Os casos não possuem ligação e os suspeitos, em três dos casos, fazem parte da família das vítimas.

As detenções foram efetuadas pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), da Polícia Civil. A delegada Iara França Camargos, titular da delegacia, explicou que das prisões, três foram de homens que já haviam sido condenados pela Justiça, e uma foi preventiva, por investigações da Polícia Civil.

“Tivemos dois casos de dois tios paternos que abusavam dos sobrinhos. Uma das vítimas era uma sobrinha de 12 anos de idade, uma menina, e outro caso era de uma sobrinho de 4 anos de idade. Também tivemos caso de um abuso sexual de um cunhado cometido contra a cunhada de 13 anos de idade e um outro caso de um motorista de ônibus que chegou a abusar da vizinha, ele era muito amigo da família, que tinha nove anos de idade (a menina)”, contou Camargos.

Tios

Todas as histórias foram descobertas pelas famílias das vítimas, que denunciaram os criminosos. No bairro Cachoeirinha, na região Nordeste, o suspeito era um homem de 51 anos, tio de uma menina de 12 anos. A garota morava com a avó e o suspeito aproveitava dos momentos em que ela ficava sozinha no imóvel para abusar dela.

Quando o crime foi descoberto, em 2015, ele se mudou para Ribeirão das Neves, na região metropolitana. Agora, a Justiça o condenou a 12 anos de prisão, que começaram a ser cumpridos ontem.

Já no bairro Confisco, na região da Pampulha, um homem de 50 anos foi preso preventivamente por abusar do sobrinho, de quatro anos. O crime também aconteceu na casa da avó do garoto, enquanto o menino a visitava. Apesar de ainda estar sendo julgado pelo crime, que ocorreu em 2014, o suspeito foi preso por estar ameaçando a família para que a denúncia fosse retirada.

Condenados

Os outros dois casos já foram julgados pela Justiça. Em um deles, na Vila Cemig, na região do Barreiro, o cunhado de uma menina de 13 anos abusava dela na casa em que ele e a adolescente moravam, junto da avó, do pai e da mãe da garota. Mesmo após o crime ser denunciado, o homem continuou morando na casa da família. Ele já tinha passagens por roubo e porte ilegal de arma.

Quem denunciou o crime foi a avó da menina, que viu o suspeito fugindo do quarto da garota após um dos abusos. Ele foi condenado a 14 anos e cinco meses de prisão em regime fechado.

Já no bairro Caiçara, na região Noroeste da cidade, um motorista de ônibus, de 50 anos, foi preso por um estupro que ele cometeu em 2010, quando era vizinho de uma família no bairro Palmeiras, na região Oeste. Segundo a Polícia Civil, ele se aproveitou da proximidade que tinha com a família de uma menina de nove anos, que morava ao lado dele, para se aproximar da garota e molestá-la. O suspeito chegou até a frequentar a mesma igreja da família.

“Naquele ano, numa visita que a menina fez à casa dele, ele abusou dela e ela gritou por socorro. Parentes da adolescente tentaram agredir o suspeito que acabou fugindo para Ibirité (região metropolitana), mas agora ele foi condenado há dez anos de prisão”, contou a delegada.

Proximidade

Mesmo no caso envolvendo o vizinho, a delegada Iara França Camargos salientou que os suspeitos abusaram da grande confiança que a família tinha com eles, os colocando acima de qualquer suspeita. Contudo, dentro da casa, as crianças podem dar indícios de que podem estar sendo violentadas,

“Quando a vítima é muito jovem, a criança começa a apresentar algum tipo de mudança no comportamento. Então a criança de 9 anos, por exemplo, ela começou a ficar mais retraída, além de ter apresentado uma infecção urinária, o que chamou a atenção dos pais. Quando chamou a atenção dos pais, eles foram investigar o que estava causando isso”, comentou.

Ainda segundo França, esses crimes são difíceis de ser descobertos também porque os suspeitos tendem a ser pessoas de “reputação ilibada”, acima de suspeitas.

“Geralmente os autores de crimes sexuais eles não têm outras passagens pela polícia exatamente porque eles sabem que o crime da pedofilia, falando de uma forma generalizada chamam muito a atenção e são repreendidos pela sociedade”, afirmou.

Prevenção

Para a delegada, só há uma forma de se prevenir o crime de estupro por pessoas próximas ou até mesmo dentro de casa. A confiança e uma conversa aberta sobre o tema costumam ser eficazes para ajudar a criança a entender que ela está sendo vítima de um abuso sexual.

“Primeiramente a gente tem que quebrar essa ideia o nosso preconceito de que certos assuntos não devem ser conversados com as crianças, principalmente as crianças pequenas. A gente tem sim que falar sobre todos os assuntos com as crianças”, orientou.

Camargos considera que os pais que não tratam de abuso sexual e sexualidade com as crianças estão dando margens para a ocorrência de crimes sexuais. “Porque o autor de estupro de vulnerável sempre se vale dessa falta de consciência da vítima”, pondera.

Dentre as formas de tratar do tema, ela pondera os cuidados com o próprio corpo. “Explicar desde cedo quem que é a pessoa que tem permissão para tocar no corpo daquela criança, quem que vai poder dar o banho. Na escolinha, o que vai acontecer com ela, o que a professora tem permissão pra fazer ou não. Sempre manter um diálogo muito aberto com ela. Esse é um ótimo caminho”.

Outras prisões

Além dos quatro suspeitos de estupro, outros dois homens foram presos nesta semana. Um, no bairro Primeiro de Maio, na região Norte da cidade, por não pagar a pensão alimentícia da filha de 15 anos e ainda fazer ameaças a adolescente e à esposa, e outro por agredir duas enteadas de seis e oito anos, com a conivência da mãe das vítimas.

Qualquer denúncia de crime contra adolescentes, em Belo Horizonte, pode ser feita pelo telefone 181 da Polícia Civil ou pessoalmente na avenida Olegário Maciel, 515, no centro da cidade, onde funciona o Centro Integrado de Defesa da Criança e Adolescente.



MEC divulga data do Enem 2019; confira


 Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, na tarde desta quarta-feira (27), o cronograma para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Este ano, em todo o Brasil, as provas serão aplicadas nos dias 03 e 10 de novembro, dois domingos consecutivos. Desde 2017, o exame é aplicado em finais de semana distintos. As inscrições estão programadas para acontecer de seis ao dia 17 de maio.

Confira o calendário do Enem 2019:
– Solicitação de Isenção/Justificativa de Ausência: 1 a 10 de abril
– Inscrições: 6 a 17 de maio
– Aplicação: 3 e 10 de novembro

Enem 2018
A edição do Enem 2018, de acordo com o Ministério da Educação (MEC), recebeu 5,5 milhões de inscrições confirmadas. As mulheres representavam a maioria dos candidatos, sendo 59,1% dos participantes. A faixa de idade dos 21 aos 30 anos é a que concentrou o maior número de inscritos (33,8% do total). A nota máxima da redação, cujo tema foi “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet“, só foi alcançado por 55 participantes. Segundo o Inep, foram corrigidos 4.122.423 textos na aplicação regular do Enem. A redações escritas por pessoas privadas de liberdade não entraram nessa contagem.

Fonte: EM