É OFICIAL! Flexibilização do isolamento social em BH começa na segunda-feira; Veja o que poderá abrir

A partir desta segunda-feira (25), Belo Horizonte vai passar por flexibilização gradual. O anúncio foi feito pelo Secretário Municipal de Sáude, Jackson Machado, em coletiva nesta sexta-feira (22). 

Fatores como ocupação dos leitos e taxa de contaminação foram fundamentais para que a medida fosse tomada. A adesão ao isolamento social está em 49%. 

“A gente está com medo porque não sabemos o que vai acontecer, mas esperançosos que todos irão manter o distanciamento”, disse o secretário. 

Na última segunda-feira (18) o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD) havia adiantado a possibilidade da reabertura na semana que vem. 

“Apertem o cinto, fiquem em casa, porque teremos chance de começar uma flexibilização gradual em Belo Horizonte”, disse ele.

Kalil esteve presente no anúncio, mas não falou com a imprensa. 

De acordo com balanço da Secretaria de Estado de Saúide (SES) nesta sexta-feira (22), Belo Horizonte tem 1.351 casos de Covid-19 e 39 mortes foram confirmados em Belo Horizonte. 

Primeira fase

De acordo com o secretário, a flexibilização será realizada em quatro etapas, mas pode ser interrompida caso haja redução no isolamento social. Lojas terão que tomar providências para evitar aglomerações, disponibilizar álcool em gel e proibir entrada sem máscaras. 

Os serviços que serão retomados a partir desta segunda-feira (25) são:

  • Salão de beleza – 7h às 21h
  • Shoppings populares – 11h às 19h

Comércio varejista 

  • Móveis, artigos domésticos, cama, mesa e banho – 11h às 19h
  • Papelaria, livraria, brinquedos – 11h às 19h
  • Perfumaria, cosméticos, higiene pessoal – 11h às 19h
  • Veículos, peças e acessórios – 11h às 17h

Multa

Desde o dia 22 de abril, moradores de Belo Horizonte devem usar máscaras no espaço público, no transporte coletivo e dentro de estabelecimentos. A prefeitura tem distribuído dois milhões de artigos desde a semana passada. 

Apesar da adesão, o prefeito vai enviar à Câmara Municipal um projeto de lei para estabelecer multa a quem não usar máscara na cidade. 

Testes

A Prefeitura de Belo Horizonte começou a fazer testes rápidos na cidade a partir desta terça-feira (19) A expectativa é que sejam realizados em 30 mil pessoas por milhão de habitantes. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, eles foram liberados pelo governo federal. Os testes são rápidos e pretendem identificar a presença de anticorpos.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado