Pela Saúde – Projeto visa agilizar atendimentos e preservar saúde de funcionários em unidades médicas de BH

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 30 a 40% da população sofre com algum tipo de alergia respiratória.

Em 2018 visitamos dezenas de centros de saúde de BH e ouvimos uma reclamação em comum: as pilhas de prontuários médicos. São centenas de fichas de papel arquivadas que prejudicam não somente a dinâmica dos atendimentos, mas também a saúde de quem manuseia os documentos.

O PL 607/2018 de nossa autoria, está tramitando na cidade em 2º turno e tem por objetivo a digitalização dos prontuários médicos nas unidades de saúde pública. Tornando-se lei, o projeto irá gerar economia de suprimentos como papéis, toner e impressora, agilizar os atendimentos e preservar a saúde dos profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado