Risco de racionamento é cada vez mais real em BH

Através da nossa atuação na CPI das Barragens, a Vale foi obrigada a fazer uma nova fonte de captação de água para a cidade de Belo Horizonte e evitar que haja falta de água no começo de 2020. Um acordo na justiça estabeleceu prazos para o cumprimento. Mas apesar de ter se comprometido judicialmente com a entrega do cronograma de construção da nova fonte e gastar milhões em propagandas na TV, a mineradora não está cumprindo os prazos.

A entrega da nova fonte de captação de água prevista para setembro de 2020 precisa ser adiantada para março ou BH ficará sem água! As regiões que podem ser mais afetadas são Oeste e Barreiro.

ALERTA: NÍVEIS DOS RESERVATÓRIOS ESTÃO MUITO ABAIXO DO NECESSÁRIO PARA ABASTECER NOSSA CIDADE.

Volume em janeiro de 2019 – 75%

Volume atual: 46%
Previsão para março 2020 – 20%

Fonte: Copasa

GOVERNO DE MINAS GERAIS ADMITE RISCO DE RACIONAMENTO EM BH

Está acontecendo o que alertamos no início deste ano. O governo está assumindo, oficialmente, o que denunciamos há muito tempo! Belo Horizonte irá ficar sem água e o Racionamento é iminente. Vários bairros de Belo Horizonte já sofrem nas últimas semanas com a falta de água, e, para que a situação não fique ainda mais grave, É PRECISO QUE A VALE ANTECIPE CONSTRUÇÃO DA NOVA FONTE DE CAPTAÇÃO NO RIO PARAOPEBA, obrigação reconhecida na justiça, pois senão iremos sofrer mais essa consequência deste crime ambiental.


Se você deseja continuar recebendo informações como essa, preencha o cadastro abaixo:


SITUAÇÃO ALARMANTE: BH PODE PRECISAR DE RACIONAR ÁGUA A PARTIR DE MARÇO DE 2020



Nos ajude a pressionar a Vale e a Copasa a garantir que a construção da nova fonte de captação seja adiantada para março.

Estamos convocando você, sua família, seus amigos, colegas e vizinhos, para que juntos, em uma grande corrente, possamos assinar uma nova petição, para que a VALE seja novamente acionada na justiça, com o objetivo único de antecipar as obras da nova fonte de captação no Rio Paraopeba.

Entre no site: estousemagua.com e registre a sua denúncia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado