Irlan Melo faz anúncio sobre áreas de escape

Vereador Irlan Melo diz que município anunciou a intenção em audiência pública nesta quarta na Câmara Municipal

Irlan Melo anuncia intenção da PBH sobre áreas de escape


De acordo com o vereador Irlan Melo, a Prefeitura de Belo Horizonte se propôs para a financiar o projeto e as obras para criar três áreas de escape no Anel Rodoviário. A proposta foi feita por meio da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), durante audiência pública na manhã de ontem na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

No encontro, o assessor da Diretoria de Sistemas Viários da BHTrans José Maurício Pinto Júnior disse portanto, que a Prefeitura vem fazendo esforços para assumir a responsabilidade de contratação de projetos para a implantação das áreas de escape.

“Já foi dada ordem serviço para análise das áreas levantadas nos trechos entre os bairros Olhos D’água e Betânia para adiantar o processo. O estudo para implantação dessas áreas é bem complexo. O projeto de cada área deve custar R$ 100 mil, disse. No entanto, ainda não há previsão do custo toral e do início das obras.

Áreas de escape é uma solicitação antiga do vereador Irlan Melo

O vereador Irlan Melo, que pede a implantação dessas áreas desde o início do mandato, comemorou a iniciativa do Prefeito Alexandre Kalil (PHS). “Eles (PBH) já estão disponíveis para efetuar o pagamento, que está em curso para se realizar esse projeto”, disse. Segundo o vereador, a ideia é que se construa uma área por vez. A primeira deve ser na descida do Betânia. Depois disso, a segunda seria implantada antes da entrada do Buritis, e da mesma forma, a terceira, seria criada depois do Olhos D’água, em conclusão.

“Esse trecho pertence a uma concessão da Via 040, que foi feita em 2013. Infelizmente, no entanto, pela incompetência dos políticos da época, não há previsão de nenhum centavo de investimento da concessionária. Se existisse a obrigação seria deles, e nós cobraríamos. Como não há, da mesma forma, quem tem que pagar seriam os governos municipal, estadual e federal. Como nenhum desses últimos se comprometeram a fazer isso, conseguimos que a prefeitura efetuasse o pagamento”, declarou Irlan em conclusão.

Fonte: O Tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado