Áreas de Escape – Entenda como funciona

Como funciona as áreas de escape

As áreas de escape são caixas de contenção instaladas em trechos de vias, com o objetivo de auxiliar a frenagem de veículos desgovernados. O projeto tem auxiliado alguns estados do Brasil na redução de acidentes. Agora, será a vez de Minas.

Com o objetivo de reduzir os constantes acidentes envolvendo caminhões no Anel Rodoviário de Belo Horizonte, a Comissão Parlamentar Especial de Estudo sobre a via sugeriu a construção de áreas de escape.

De acordo com a comissão, um recurso será apresentado à Via 040, para viabilizar a implantação de áreas de escape.

Serão para caminhões e carretas sem freios na via, especialmente na descida entre os bairros Olhos D’água e Betânia.

o objetivo será como forma de minimizar os riscos de acidente.

Vereador Irlan Melo fez sugestão das áreas de escape para Minas

Além disso, uma reunião seguida de uma visita técnica foi agendada para o próximo dia 13 de julho na sede da concessionária que pertence ao grupo Investimentos e Participações em Infraestrutura (Invepar).

A reunião terá como objetivo avaliar a implantação das áreas de escape e os aspectos técnicos implicados na obra, que servirá de refúgio para os caminhões com problemas mecânicos, minimizando, portanto, o risco de desastres.

Além disso, segundo o vereador Irlan Melo (PR), que requereu a visita técnica, a construção de áreas de escape deu excelentes resultados no sul do país. Lá a empresa que administra o Anel de Integração do Paraná (trecho que liga Curitiba ao litoral) adotou a estratégia.

De acordo com o parlamentar, desde sua instalação, o recurso de segurança foi utilizado quase 700 vezes, o que evitou portanto, prejuízos materiais e contribuiu para preservar centenas de vidas.

Instalada em abril de 2017, a Comissão Especial de Estudo sobre o Anel Rodoviário busca avaliar e propor soluções contra o alto índice de acidentes. Estes acidentes são registrados no Anel Rodoviário, uma das mais violentas de Belo Horizonte.

Fonte: Brasil Fretes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado